quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Feliz Natal, Feliz 2014!


sexta-feira, 4 de outubro de 2013

4 de Outubro – Dia Mundial dos Animais


Por ocasião do Dia Mundial dos Animais, que se assinala esta sexta-feira, 4 de Outubro, a Si Ma Bô gostaria de ter o que comemorar. Contudo, várias situações graves entristecem a todos os que amam os animais e causam-nos preocupação. Estão sempre a chegar à nossa sede casos de maus tratos a animais, maus tratos cujos responsáveis são justamente os donos, que deveriam zelar pelo seu bem-estar.

Recentemente, duas cadelas que tinham sido esterilizadas morreram dois dias depois da operação por negligência num caso e por agressão bárbara noutro. Este tipo de situações levaram-nos a fazer um relatório à Delegação da União Europeia, já que podem comprometer os resultados do projecto em que estamos empenhados, financiado pela UE.

É indispensável ter uma lei que proteja os animais e que dê às pessoas e às associações que querem defendê-los a possibilidade de queixa. Gostaríamos de sensibilizar a opinião pública cabo-verdiana, e também os dirigentes políticos e administrativos, parlamentares, juristas, jornalistas, enfim, todos os que querem o bem desta sociedade, para que se venha a criar uma legislação que proteja os animais e puna as pessoas que os agridem.

Esta é nossa mensagem nesta data, embora o que gostaríamos era de poder comemorar os êxitos do nosso projecto. Entre esses êxitos, saliente-se os 100% de cães castrados em Salamansa, a aldeia mais amiga dos animais de Cabo Verde, e cumprimentamos a sua população pela adesão às campanhas e pela sensibilidade para com o problema dos animais de rua.

Recordamos que o dia 4 de Outubro foi escolhido para ser o Dia Mundial dos Animais por ser o dia de S. Francisco de Assis. A data foi assinalada pela primeira vez em 1931 durante uma convenção de ecologistas em Florença. Os principais objetivos da celebração do Dia Mundial dos Animais são:
- Sensibilizar a população para a necessidade de proteger os animais e a preservação de todas as espécies;
- Mostrar a importância dos animais na vida das pessoas;
- Celebrar a vida animal em todas as suas vertentes.


sexta-feira, 6 de setembro de 2013

SI MA BÔ, uma entidade com estatuto de utilidade pública


O Governo de Cabo Verde concedeu à Si Ma Bô o estatuto de Utilidade Pública, o que significa um importante reconhecimento do nosso papel na sociedade cabo-verdiana. Estamos contentes. É um passo em frente na nossa luta de todos os dias. Na prática, esse documento permitirá à associação ter algumas isenções de impostos.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Assembleia geral na Si Ma Bô


"Expresso das Ilhas", 28.08.2013.

A Si Ma Bô agradece o apoio do jornal "Expresso das Ilhas" pela publicação gratuita deste anúncio.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Quemado - a história de um sobrevivente


Quemado é o nome deste cão. Foi deixado amarrado à porta do abrigo da Si Ma Bô há um ano, com uma queimadura enorme que ia da da cabeça à cauda. A imagem mostra-o já curado, apenas com uma enorme cicatriz. As fotos de como ele chegou estão aqui. Felizmente, o seu estado geral não era mau e, com muita paciência, medicamentos, uma dieta abundante, água à vontade e o bom humor que sempre reina na Si Ma Bô, pouco a pouco foi sendo curado. 

Agora, é um cão peludo, bonito e animado. Entretanto, o seu “dono” apareceu, e explicou que a queimadura aconteceu apenas por ele entrar e sair da “casinha”, que tinha uma cobertura de zinco e que era muito baixa. E no Verão tornou-se quente como fogo. 

Decidimos não devolver Quemado, mas esperamos encontrar um alguma pessoa de bom coração para adotá-lo à distância (apoiando financeiramente para a sua alimentação e cuidados) para podermos mantê-lo connosco. 


segunda-feira, 3 de junho de 2013

AVISO IMPORTANTE


A SIMABÔ está a ser vítima de uma fraude por parte de um impostor que se identifica como sendo nosso representante e propondo tratar animais em domicílio. 

Pelo menos dois cães já morreram nos últimos dias na sequência da intervenção do delinquente, dois estão doentes com inchaços no pescoço e um quinto chegou à nossa sede com um problema muito grave numa pata provocado por injecções que recebeu.  

Já tínhamos recebido informações sobre esse tipo de situação há algumas semanas e na altura foram afixados cartazes alertando a população de S. Vicente. Contudo, constatamos que essa prática criminosa continua, já registamos queixa na Esquadra da Polícia Nacional no Mindelo. 

A pessoa em questão apresenta-se nas casas com um cartão que o identifica como pertencendo à SIMABÔ e oferecendo tratamento para os animais domésticos.

A SIMABÔ informa que nenhum tratamento é feito em domicílio. Todo e qualquer atendimento é feito na nossa sede, e em animais de pessoas associadas, que pretendam castrá-los, ou então em animais que já tenham sido castrados no âmbito do nosso projecto.  

Lembramos que a Associação SIMABÔ age no controlo da população de animais de rua e na promoção da saúde animal de modo geral, como forma de defender a saúde humana. Realiza também ações de educação ambiental e sensibilização da população, em particular as crianças. Pontualmente, os nossos serviços socorrem animais que nos são trazidos, feridos por maus-tratos e acidentados, os quais são devolvidos aos donos ou recolocados na rua depois de esterilizados.

A SIMABÔ não tem a vocação de fornecer tratamento veterinário a título privado e não realiza esse tipo de serviço de forma alguma. Estamos a ser vítima de uma fraude.

Cuidado, proteja o seu animal e a si próprio, não abra a porta para impostores. Se o seu animal ficar doente, leve-o ao veterinário, mas não aceite ofertas à porta de casa. 

sábado, 1 de junho de 2013

A importância de uma garagem... Em Chã de Marinha

 
A Si Ma Bô quer agradecer publicamente o apoio que tem recebido do casal Calú e Magda, em Chã de Marinha, em S. Vicente, que periodicamente disponibiliza o espaço da sua garagem para as nossas campanhas de castração naquela zona. 

Recentemente, mais uma vez nos acolheram, com toda a solidariedade de que são capazes. Refira-se também que a ocupação desse espaço é não apenas no momento das operações, mas também para a convalescença e tratamento de alguns animais que precisam de mais atenção.     

E não é só cedendo o espaço que este formidável casal – formado por uma belga e um cabo-verdiano – contribui para a nossa causa. Calú percorreu a vizinhança informando e consciencializando os amigos e conhecidos sobre a importância da castração e de um tratamento digno para os animais.


Por sua vez, Magda, com toda sua gentileza, ofereceu biscoitos e café aos funcionários da Si Ma Bô, para retemperar as suas forças, fazendo dessa dura jornada um momento de calor humano e alegria, por sabermos que não estamos sozinhos nessa luta.

A garagem de Calú e Magda é já um ponto de referência para a população de Chã de Marinha, pois todos sabem que ali é um espaço amigo dos animais, onde periodicamente a Si Ma Bô volta para prosseguir com o seu trabalho.  

Obrigado, e até breve!