sábado, 22 de maio de 2010

Para além da espécie - Um projecto de desenvolvimento social II

O projecto (continuação)

Patrocínios
No passado mês de Novembro, a SIMABÔ foi creditada pela Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Turim, Instituto de Parasitologia, como uma das entidades onde os licenciandos podem efectuar as 100 horas de actividade prática à escolha (junta-se em anexo o protocolo da Universidade de Turim).


Recentemente, o Instituto concedeu em uso à associação um microscópio que representa, de momento, o único instrumento de diagnóstico disponível na ilha no campo veterinário (anexa-se a carta da Universidade de Turim relativa à concessão em uso do microscópio). Além disso, empenhou-se na realização de um plano para o censo da população canina da ilha, como primeiro passo para uma correcta planificação das campanhas de esterilização e a instituição de um registo canino.

Além disso, a partir do passado mês de Março, a associação dispõe oficialmente dos protocolos da Universidade de Camerino para o tratamento da leishmaniose (anexa-se carta de colaboração da Universidade de Camerino).

O projecto é ainda aconselhado pela AIVPA – Associazione Italiana Veterinari Piccoli Animali (Associação Italiana Veterinários Pequenos Animais), enquanto oportunidade de crescimento profissional para os próprios inscritos.

Estas extraordinárias oportunidades oferecidas aos veterinários especialistas, aos jovens licenciados e aos licenciandos, graças também ao patrocínio da AIVPA, permitiram à associação de assegurar a presença na sede de São Vicente de um ou dois veterinários voluntários durante a maior parte do ano.

Organização e pessoal
Actualmente, a Associação conta com três dependentes: uma responsável pelo refúgio que efectua pessoalmente todas as tarefas ligadas à gestão diária (limpeza, alimentação, subministração dos medicamentos, etc.), uma guarda zoófila que efectua os controlos nos animais adoptados ou em tratamento domiciliário e um veterinário local a tempo parcial. Os tratamentos especializados (infusões, medicamentação, etc.) são subministrados pela Sr.ª Lídia Silveira, enfermeira profissional, actualmente professora na local Escola para Enfermeiros, que colabora com a associação a título voluntário.

Os três dependentes locais são coadjuvados, durante a maior parte do ano, por
- 1 ou 2 voluntários italianos não veterinários
- 1 ou 2 veterinários voluntários recém-licenciados, coadjuvados mediamente, durante uma semana por mês por
- 1 veterinário voluntário especializado na realização das operações de esterilização.

Portanto, o projecto representa um foco de criação de postos de trabalho num País com uma elevada taxa de desemprego e uma ocasião de trocas de experiência para os veterinários dos dois países.

(continua)

Sem comentários:

Enviar um comentário