segunda-feira, 3 de maio de 2010

Depoimento de uma voluntária - III

Valéria Barbieri, outra veterinária italiana, de Milão, escreve sobre sua experiência com a SIMABÔ:

"Regressei com uma sensação de vazio e de impotência, e a consciência de ter feito apenas uma pequena parte do que gostaria de fazer no Mindelo. Quem de nós não sonha em mudar um pouco o mundo?

Mas então recordo-me das caras dos pacientes que me saudavam no abrigo, sacudindo-se, alegres. Saber que estão em melhor situação agora, graças ao meu trabalho, convence-me que o pouco que fiz, ainda que fosse para só um deles, já valeu a pena.

Com estes sentimentos ao voltar para casa, acho que vou voltar a esta experiência maravilhosa. Disseram-me que seria particularmente duro e psicologicamente stressante, mas não sinto desta maneira. Foi uma “aventura” que me enriqueceu humanamente como nenhuma outra experiencia veterinária “civilizada” poderia fazer. É uma experiência por que todos deveriam passar para realmente compreender o que podemos fazer com poucos recursos.

Antes de começar, preocupava-me em como ia fazer as coisas sem determinados instrumentos, ou como ia lidar com os clientes, cuja linguagem eu não entendia e que eu achava que não tinham um “espírito animalista” como o entendemos nós, europeus. Bem, nada mais errado!

Encontrei pessoas que, apesar das limitações, estão disponíveis e dispostas a fazer o bem ao seu animal de estimação, que são capazes de grandes coisas (como trazer um gato envenenado de ônibus 12 km de distância). Fiquei impressionada com a simplicidade com que vivem a sua relação com seus companheiros de quatro patas, um relacionamento sem frescuras, mas simpático. Voltei para casa feliz por ter descoberto que, apesar de ser uma minoria, essas pessoas ajudam a disseminar a cultura do respeito para cães e gatos.

As pessoas que encontrei, dos líderes da associação aos voluntários e toda a equipa cabo-verdiana, são bonitas, sorridentes e prestativas. Acho que não poderia encontrar nada melhor, então espero regressar em breve.

A quem tiver dúvida sobre fazer essa experiência, digo que avance, porque do ponto de vista médico tem-se a oportunidade de contactar com doenças que raramente encontramos nos consultórios. Mas atenção, colegas menos experientes: não pensem em ir a Mindelo sem prática, sem estarem bem preparados para lidar com, pelo menos, as emergências toxicológicas e traumas! Caso contrário, podem causar grandes danos!


Do ponto de vista humano, é uma experiencia incomparável.


Obrigada a todos


Valeria"

Sem comentários:

Enviar um comentário